sábado, 16 de janeiro de 2010

E agora para algo completamente diferente!

Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2010

A difícil condição de jornalista
Ronald Reagan queixava-se constantemente dos jornalistas de Washington, tendo escrito nos seus diários que tentavam sempre encravá-lo, preferindo por isso a imprensa regional, pois faziam perguntas mais interessantes e focadas nos “issues”. Ora, isto significa que os jornalistas de Washington eram incómodos e gostavam de lhe “morder os calcanhares”, coisa que os outros não faziam. Talvez por subserviência ou por respeito, Reagan na imprensa regional raramente enfrentava perguntas difíceis. Esta descrição da imprensa regional de Reagan faz-me lembrar o comportamento dos jornalistas portugueses numa questão que passou relativamente despercebida.
Há dias soubemos que o Primeiro-ministro dirigiu-se aos jornalistas sob a condição de não lhe fazerem perguntas sobre determinado assunto. Os jornalistas, que precisavam das declarações de José Sócrates, aceitaram a condição imposta. A relação entre jornalistas e políticos é uma luta constante entre interesses que não raramente entram em conflito. Mas os primeiros têm o dever de não ceder perante as pressões e interesses dos segundos. Perante a recusa de responder sobre um tema, os jornalistas deveriam ter tomado uma posição. Mas não o fizeram. Se fosse político em Portugal, seguiria a cartilha de Sócrates, depois da fragilidade demonstrada pelos jornalistas. Quer fazer perguntas? Tem aqui a lista de assuntos permitidos...
publicado por Nuno Gouveia às 15:24 in http://31daarmada.blogs.sapo.pt/3632181.html

6 comentários:

J.S. Teixeira disse...

PS Seixal demonstra mais uma vez o seu carácter hipócrita ao lançar acusações graves a António Xavier de Lima, 1 ano após a sua morte. Veja porque no blogue O Flamingo.

Tenho dito.

Carmo Torres disse...

Mais uma vez obrigado pela sua visita, caro J.S. Teixeira.
Sobre o assunto, prefiro não fazer comentários (unicamente por desconhecimento do assunto, porque já sabe que eu gosto de ter opinião sobre tudo).
Sobre a pessoa, sei o que me contaram, que embora fosse uma pessoa sem muitos escrúpulos e muito teimoso, também ajudou muita gente, inclusivé através da cedência de lojas sem exigir contrapartidas ou pagamento (e não apenas a partidos políticos).

J.S. Teixeira disse...

Como sei que o Sr. Samuel Cruz não me dá direito a responder-lhe acerca daquilo que ele escreve no seu blogue, aproveito este espaço para comentar o mais recente comunicado de imprensa que o PS Seixal emitiu acerca do Hospital no Seixal:


"Entretanto aproveito para fazer nota da idiotice que o PS Seixal emitiu em comunicado de imprensa. É que, pelos vistos, por preguiça, não leram os anexos do concurso público, e ficaram sem saber que o mesmo tinha a data limite acima referida neste comentário. Além disso no Programa Funcional do Estabelecimento Hospitalar do Seixal datado de Agosto de 2009 (na Parte II - Estimativa de Investimento em Construção e Equipamento) pode ler-se no ponto 5.2. que:

"O Município assegurará os investimentos relativos às obras de criação, alteração e adaptação das vias municipais de acesso ao Hospital, até ao limite do perímetro do Terreno, que eventualmente se mostrem necessárias quando for conhecida a localização e configuração exacta do Hospital.

Ora parece-me que esse facto só poderá ser conhecido APÓS a conclusão do Projecto!!! Todos os pontos que o município tem deveres, prendem-se da mesma forma com questões relacionadas com manutenção de espaços exteriores e regulação de tráfego após a entrada em funcionamento do Hospital.

Visto que a conclusão do projecto só estará pronta, no mínimo, em 2011, não faz sentido que nada destes considerandos sejam presentes nas GOP referentes ao ano de 2010.

Pura idiotices destes dirigentes do PS."



Tenho dito.

J.S. Teixeira disse...

por lapso esqueci-me de mencionar que o concurso público para o projecto tem 1 ano como limite.

Marlene Pires disse...

Tem toda a razão Carmo, aquele (aquele que nós sabemos quem é!) não tem ponta por onde se lhe pegue! Ainda tem a lata de "reclamar" que não lhe aceitam os comentários em determinados blogues! Shame, shame!

Carmo Torres disse...

Boas

Bem, parece que este blogue tá na berra, tão procurado é pelos flamingos deste Seixal para deixar recados a terceiros.
Caro J.S.T., agradecia que tratasse dos seus assuntos no seu blogue.
Se quiser comentar os meus posts está à vontade, até agradeço, gosto sempre de conhecer duas versões do mesmo facto e apesar de tudo, ainda considero saudável a discussão de ideias.
No entanto, e tal como já teve a oportunidade de me dizer, também o meu blogue não serve para guerras entre terceiros nem para recados.
Use para isso os meios que o enorme mundo da Internet lhe permite, já que não o faz pessoalmente, numa qualquer sessão camarária.
(Vou responder de igual forma no referido blogue, vamos a ver se fica o recado dado de uma vez por todas).

Marlene
Nem mais. E por isso mesmo é que vou dar este recado ao amigo que nós conhecemos (ou não fosse eu uma jornalista sem curriculum...)
E deixo-te o conselho de nem perderes tempo porque esta malta não merece que roubemos tempo à nossa beleza para eles (risos).